Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

...

Intuía há alguns dias...e tive a certeza, durante todo o dia de hoje, que já não ias querer fazer parte da minha vida.

Neste momento, em que pela segunda vez releio o teu mail e sinto as sombras da noite a amortalharem-me, sinto mais uma perda na minha vida.

São algumas... perdas e rupturas que me fazem sofrer e com as quais não sei, nem nunca soube lidar.

Talvez porque, também não quero.

Saber lidar com perdas é aceitá-las. 

E eu não sei, não quero, nem nunca vou aceitar perdas.

Porque me prendo às pessoas, porque elas passam a fazer parte da minha vida, do meu quotidiano e, como tal, deixo de saber viver sem elas.
Não vou saber viver sem ti. Sem ouvir a tua voz ao telefone, o teu riso, a tua doçura transparente na voz, nas pausas, no riso...luto também não sei fazer...

uma vez mais, vou andar à deriva, à tua procura, a estranhar o teu silêncio, as tuas ausências...

mas essa é uma parte de mim que, não chegaste a conhecer.

É numa cadeira da cozinha com vista para o Tejo que tento amansar uma fera violenta dentro de mim...

a dor da ausência...

que, desta vez, será a tua.
Em Maçã, no cabo Espichel, comprei-te um pequeno búzio.

Para encostares ao ouvido e ouvires o mar...

era uma forma estranha de continuares ligada a mim, pensava eu, depois de já não me teres.

Não tive sequer oportunidade de manter esse pequeno e tão frágil elo.
Vou respeitar na íntegra o teor do teu mail: "terminando os contactos de imediato" e sabendo respeitar a tua tomada de decisão.

E vou fazê-lo, com um nó na garganta e a reprimir lágrimas.

Porque sim, porque sou assim...
Não começo este mail como tu, mas acabo como tu:

Adeus.
No entanto, se algum dia me quiseres de volta, sabes onde estou.

Sentada na cadeira da cozinha a olhar o Tejo e a esperar por ti...

publicado por Gabriela às 22:17
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. ...

. Caracas - Venezuela

. Amsterdan

. Canal do Panamá ...

. La Paz - Bolívia

. Bogotá ...

. ...

. RIP

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ....

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. R.I.P.

. ...

. ...

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Junho 2016

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.favoritos

. UM TEMPO QUE NÃO PÁRA...

. ...

. PARA NÓS....

. PARA MIM...PARA MIM...E S...

. PORQUÊ?

. VOLTEI À PRAIA

. VEM...

. ESCUTA-ME

. METAMOFORSE

. SOU TEMPESTADE

.links

.Google

blogs SAPO